Soja: preços recuam no Brasil e nos Estados Unidos

Apesar do plantio acelerado na América do Sul, compradores aguardam novas definições de área e desenvolvimento das lavouras. Após o início tardio dos trabalhos de campo, o plantio segue em ritmo acelerado no Brasil e na Argentina, favorecido pelas condições climáticas.
Apesar disso, segundo pesquisadores do Cepea, os compradores se retraíram nas negociações, pois aguardam novas definições de área e desenvolvimento das lavouras. Com isso, as cotações recuaram no Brasil e nos Estados Unidos. No mercado interno, porém, a queda foi limitada pela valorização do dólar frente ao real e por preocupações quanto à possível ocorrência do fenômeno La Niña, que pode resultar em baixas precipitações no início de 2018, período crítico de desenvolvimento do grão no Brasil.

Voltar
aioria